não podemos parar! 

sou a 

WhatsApp%20Image%202020-08-31%20at%2016.

quem eu sou

A1.jpg

Cria da favela Vila Vintém, na Zona Oeste do Rio de Janeiro, Patricia Felix tem 30 anos de trabalho como educadora social, com militância focada especialmente na defesa dos direitos da criança e do adolescente. Representante da luta feminista e antirracista, Patricia é pedagoga especializada em psicopedagogia e advogada. É coordenadora estadual da Rede Emancipa de educação popular e integrante da Comissão de Direitos Humanos da OAB-RJ.

Em 2019, foi eleita conselheira tutelar na Zona Sul do Rio com a maior votação da história do Conselho Tutelar no país. Hoje, é pré-candidata a vereadora no Rio de Janeiro pelo PSOL.

minha históriatrajetória e

principais feitos

2020

Conselheira Tutelar na Zona Sul do Rio de Janeiro.

2019

Passou a integrar a Comissão de Direitos Humanos da OAB/RJ

Foi eleita conselheira tutelar na Zona Sul do Rio de Janeiro com 4.639 votos, a maior votação da história do Conselho Tutelar no país.

2018

Se formou em Direito na Universidade Cândido Mendes.

2017

Foi estagiária no Ministério do Trabalho e Emprego, atuando na área de auditoria fiscal.

2015 -2016

Foi assistente de projetos comunitários sobre alimentação saudável emfavelas.

2013 - 2018

Cursou Direito na Universidade Cândido Mendes.

2010 - 2012

Foi dinamizadora e coordenadora local no ProJovem, do MEC.

2007

Trabalhou como educadora social na Casa Família “L’Isola che non c’é’’, em La Spezia, Itália.

Participou da elaboração de curso para educadores sociais na província italiana de Vigevano, por meio de exposição fotográfica e seminário sobre a realidade de crianças e

adolescentes em situação de rua no Brasil.

2005

Trabalhou como dinamizadora de Direitos Humanos do Programa Cidadania Jovem– “Capacitação de Lideranças  Comunitárias”, nas favelas Fogueteiro e Morro dos Prazeres.

2003 - 2005

Integrou a Comissão Executiva ”Representante das Comunidades” do Programa Cheque Escola, do Governo do RJ, que ofereceu 100 bolsas para jovens da Vila Vintém para estudarem na Faetec.

2002 - 2005

Foi coordenadora local na favela Vila Vintém e professora do Programa Vida Nova, voltado à formação secundária e capacitação de jovens como agentes comunitários.

2002

Foi pedagoga no programa Jovem Total, da UERJ, onde atuou especialmente com questões relacionadas ao autocuidado de mulheres. Foi também dinamizadora do “Programa Maria vai com as Outras: Capacitação de Lideranças Comunitárias Femininas’’ em favelas.

2001

Fundou o Projeto Liberdade, que desenvolve atividades na Vila Vintém e outras favelas da Zona Oeste.

2000 - 2003

Cursou Pedagogia das Faculdades Integradas Simonsen.

Fez exposição itinerante na Itália sobre a realidade das favelas do Rio de Janeiro e sua experiência como educadora social. Palestrou em escolas públicas e seminários da Associação Italiana de Amigos de Raul Foleaual (AIFO).

1998

Palestrou na Ghent University, na Bélgica, sobre seu trabalho com crianças e adolescentes em situação de vulnerabilidade social e foi dinamizadora de um grupo de escoteiros na Antuérpia.

1994 - 2000

Foi educadora social contratada pela Associação Beneficente São Martinho.

Teve seu primeiro contato com o movimento de base, participando de projetos desenvolvidos dentro da comunidade. Torna-se ativista de direitos humanos, com foco em infância e juventude.

1986

2006

Concluiu sua pós-graduação em Psicopedagogia.

2013 - 2014

Intercâmbio na Bélgica, Holanda e Itália, com organizações internacionais de direitos humano.

Unknown.jpg
  • Black Facebook Icon
  • Black Twitter Icon
  • Black Instagram Icon

contato

Deixe aqui o seu contato pra saber mais!

© 2020  by PÓLEN MEDIATECH